Censura leva a mais de 1 milhão de tweets contra STF

Levantamento foi feito pela consultoria Bites. A hashtag mais utilizada pelos internautas foi a #DitaToga, com 243.919 menções.

Relatório da consultoria Bites identificou 1.068.266 publicações negativas no Twitter em torno do STF (Supremo Tribunal Federal) depois de o ministro Alexandre de Moraes determinar à revista Crusoé e ao site Antagonista a censura da reportagem “O amigo do amigo de meu pai”.

A hashtag mais utilizada pelos internautas foi a #DitaToga, com 243.919 menções. Os dados foram coletados a partir de segunda-feira (15), quando a revista foi notificada, até as 17h30 de terça-feira(16).

A Bites informa ainda que a decisão do STF uniu deputados e senadores de vários partidos em favor da revista e contra a censura. Nas últimas 24 horas, os congressistas produziram 99 posts no Facebook, Twitter e Instagram contra o Supremo. Os posts geraram 240 mil compartilhamentos nas redes sociais.

A audiência do site da revista Cruzoé estava em ascensão desde sexta-feira (12), quando saiu a reportagem sobre Toffoli. O site alcançou 133 mil visitas contra 41 mil do dia 10 de abril, dois dias antes da publicação sair. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *